Jornal da Praceta

Informação sobre a freguesia de Alvalade

(Alvalade, Campo Grande e São João de Brito )

 

    Anterior

Bairro de São João de Brito em Alvalade

Da cama do senhor António Fernandes, natural da Ilha da Madeira, observa-se a entrada do Terminal 2 do Aeroporto Internacional de Lisboa - General Humberto Delgado.

Não há candidato à assembleia de freguesia de Alvalade que não venha ao "Bairro de São João de Brito" em Alvalade. Todos prometeram até agora lutar pela legalização todas as casas incluindo barracas aqui existentes, muitas das quais devolutas.

A barraca do senhor António Fernandes tinha o número 492, mas com as sucessivas mudanças ao longo dos anos acabou por ter o número 13. Não falta no espaço onde vive, ao ar livre, simbolos do seu profundo patriotismo, incluindo vários cascóis da Selecção Nacional de Futebol.

O senhor António Fernandes, com mais de 30 anos de sem-abrigo, também ele espera que a sua barraca seja igualmente legalizada. O assunto fica resolvido e ninguém o chateia. O problema é que não consegue viver nela há bastantes anos, pois os ratos ocuparam-na.

 

O senhor António Fernandes, que percorre Lisboa e arredores, tinha um sonho - Chegar aos 50 anos -, a idade com que a sua mãe faleceu. Conseguiu concretizar o sonho quando fez 51 anos (nasceu em 1966).

O senhor António Fernandes só se lamenta na vida de uma coisa - Não Existe. Muitas pessoas passam mesmo em frente ao local onde vive, mas ninguém fala com ele. Nem bom dia, nem boa tarde. Nada, não existe. Alguns miúdos, mais atrevidos, não resistem e atiram-lhe pedras. Nenhum dos candidatos à CML e à Assembleia de Freguesia de Alvalade que por ali passou, falou com ele. O senhor António Fernandes, natural da madeira, com a idade de 51 anos, e com mais de 30 anos sem-abrigo, sempre morou no Bairro de São João de Brito, mas não existe.

Durante a campanha eleitoral das autarquicas de 2017, aproveitando a ausência do senhor António Fernandes, a candidata à presidência da CML pelo PSD - Teresa Leal Coelho -, acompanhada por um suposto sem-abrigo, gravou um video junto à cama, bonecos e outras coisas daquele com quem ninguém fala.

O senhor António Fernandes que vive à porta da sua barraca, porque os ratos a ocuparam, não foi consultado. Nem ninguém lhe pediu para usar as suas coisas como cenário de propaganda eleitoral. Tratou-se de um claro abuso de confiança, invasão da propriedade alheia.

A candidata do PSD colocou o video no YouTube, sugerindo que o senhor António Fernandes reclama da Câmara Municipal de Lisboa uma casa, o que não é verdade. Ele afirma gostar de ser sem-abrigo. O seu principal problema não é a casa, já a tem no Bairro de São João de Brito, mas que o tratem como um ser humano, falem com ele. A sua barraca, a casa onde sempre viveu, seria bom que fosse legalizada, para não o incomodarem. A grande ajuda que lhe poderiam fazer, segundo nos confidenciou, era que lhe retirassem os ratos e o lixo, uma coisa que abunda em todo o bairro.

 

   
 
 

Entrada

História local
Guia do Lazer
Quiosque