.
Jornal da Praceta

Informação sobre a freguesia de Alvalade

(Alvalade, Campo Grande e São João de Brito ) 

Breve História da Freguesia de Alvalade e do Campo Grande

 

 

 

 

 

 

Alvalade, mais do que um nome

 

A nome de "Alvalade", topónio de origem árabe - al-balãt -, que significa "lousa", "laje", "pavimento de pedra ou calçada", mas também "estrado". O termo remonta ao século X. Em Portugal e Espanha sofreu várias modificações ao longo dos tempos e lugares.

Em Portugal, aparece em documentação medieval como Albalat, Alvalat, Albalad, Alvalad e Alvalade.

Em Espanha conhece também variações, tais como Albalá, Albalat, Albalate

Por toda a Peninsula Ibérica, encontramos muitas terras onde a presença árabe foi significativa as quais foi dado o nome de Alvalade. Em Luanda, os portugueses, criaram um Bairro inspirado no Bairro de Alvalade de Lisboa, a que deram o mesmo nome.

 

Portugal

Alvalade, freguesia de Santiago do Cacém.

Povoação muito antiga. Abundam os vestígios da ocupação desta povoação desde o neolítico. Visitar a estação arquelógica de Gaspeia, num troço do rio Sado (período mesolítico e neolítico). A ocupação romana foi aqui muito intensa (Ver Monte do Roxo).

A atual povoação terá sido fundada por muçulmanos. A mais antiga referência escrita data de 933, quando o rei Ramiro II, de Leão, doou ao mosteiro do Lorvão, duas terças partes “d’esta Villa d’Alvalat et su senra."

Reconquistada em 1234, foi doada por D. Afonos III a Ordem de Santiago de Espada (1273). D. Manuel I concedeu-lhe um foral (1510). Possui dessa altura um pelourinho. A Igreja matriz, dedicada a Nossa Senhora da Conceição da Oliveira, tem uma interesante pintura atribuida a Bento Coelho da Silveira.

A Misericórdia de Alvalade passa a ter igreja própria em 1570. Foi extinta em 1861, subsistindo apenas um imóvel.

Provavelmente data do século XVII a ponte que foi erguida na estrada que liga a Alvalade a Santiago do Cacém. Durante o período das lutas entre liberais e absolutistas (1828-1834), os senhores locais tomaram o partido de D. Miguel, o que acabou por penalizar o concelho de Alvalade que foi extinto (1836). Em 1871 passou a integrar até hoje o Concelho de Santiago do Cacém.

Em 1914 o comboio chegou a Alvalade, e com ele iniciou-se um novo ciclo económico e social.

Em 1532 tinha cerca de 580 habitantes. Em 1755 contabilizavam-se 1208. Em 1860 a população estava reduzida a 620 individuos. A tendência de diminuição inverteu-se tendo, em 1950, atingido 6.073 habitantes. Desde então voltou a perder população. No censo de 2011 registava apenas 2.098. Apesar do reduzido número de habitantes não lhe faltam estruturas, reveladoras de grande dinamismo.

Alvalade, freguesia de Lisboa.

A atual freguesia de Alvalade, constituida em 2013, através de três freguesias (Campo Grande, S.João de Brito e Alvalade), ocupa grande parte de uma vasta área nos arredores de Lisboa, que desde a Idade Média é conhecida por Alvalade. Por aqui passava um dos mais importantes caminhos que davam acesso à cidade, daí provavelmente o topónimo de Alvalade. Mais

Espanha

Devido a uma mais acentuada presença dos dos árabes no território que veio a constituir a Espanha (1492), existem muitas povoações com o nome de Alvalade, nas variantes de Albalá, Albalat e Albalate

Alguns exemplos:

a) Albalá

- Albalá, Cáceres. O nome desta povoação até 1930 escrevia-se "Albalat".

- Albalá de la Vega, Palência. Pequena povoação.

b) Albalat

- Albalat (Makhada de Albalat), Romangordo, Cáceres. Importante fortaleza e povoação almoravida (dinastia muçulmana), nas margens do rio Tejo. Foi fundada no século X, no tempo de Abderramán III (891-961), para defender a linha do Tejo das investidas dos reinos cristãos. No século XII era mencionada como cabeça de comarca ou de provincia. Foi sucessivamente conquistada e perdida pelos cristãos, até que Afonso VIII de Castela (1155-1214) a conquistou definitivamente. Perdeu a sua importância estratégica para os muçulmanos e cristãos e acabou abandonada. As escavações iniciadas em 2009 tem revelado importantes achados arqueológicos.

- Albalat dels Àncs, Cabanas, Castellón (Valencia).

- Albalat de la Ribera, Valencia

c) Albalate

- Albalate del Arzobispo, Turuel. Importante povoação do antigo reino de Aragão.

- Albalate de Zurita (Castela )

Angola

- Bairro de Alvalade ( Maionga, Luanda). Nos anos 60 e 70 do século XX era o bairro mais chique de Luanda. Começou a ser construído no final dos anos 50, segundo o modelo do Bairro de Alvalade em Lisboa, que seguia o modelo da "cidade-jardim" de Ebenezer Howard. Trata-se de um bairro constituido de vivendas, com ruas são largas, no meio de espaços verdes. Alguns dos seus equipamentos eram notáveis:

- O Cinema Aviz (atual karl marx) inaugurado em 1961, projetado por Luis Garcia de Castilho e o seu irmão João Garcia Castilho.

- As Piscinas Olímpicas inauguradas em 1968.

- A Zona Verde (atual Parque José Martin), correspondente à Mata de Alvalade em Lisboa ou ao Jardim do Campo Grande.

Á semelhança de Alvalade em Lisboa, em Luanda este bairro também está muito próximo do aeroporto.

No bairro foram também construídos emblemáticos equipamentos, como o Hotelç Alvalade.

Tinha com limites a Zona Verde, a Rua José de Oliveira Barbosa, a Avenida Comandante Gika e a Rua Presidente Marien NGouabi (antiga Rua António Barroso).

Carlos Fontes

 

 
Editorial

Entrada

História local
Guia do Lazer