Jornal da Praceta


Informação sobre a freguesia de Alvalade

(Alvalade, Campo Grande e São João de Brito )

 

    Anterior

Chafariz de Entrecampos

O vasto património da extinta Freguesia de Alvalade (criada em 1959), ainda está por estudar e classificar, o que não é o caso da Chafariz de Entrecampos. A sua construção data de 1851, e foi realizada pela CML, tendo para a mesma contribuído os moradores deste local. Localizava-se então numa das principais artérias de entrada de Lisboa. Na parte inferior pode ver-se um grande tanque para os animais beberem. Por este local passava uma das principais vias de entrada na cidade de Lisboa, abastecendo de água não apenas os moradores da zona, mas a todos os viajantes que por aqui passavam. 

A extinta Junta de Alvalade em 1993 resolveu forrar o chafariz com azulejos de muito discutível qualidade, deixando ao abandono todo o espaço envolvente, o qual rapidamente se tornou num vazadouro público. Os edifícios em adiantado estado de degradação no local serviam de sinistro cenário.

 

Em 2004 fizemos uma campanha denunciando a situação. A Junta e a Câmara Municipal prometiam agir mas nada faziam.  Apenas em Janeiro de 2016 a CML se dignou limpar o local !

Os azulejos estão (felizmente) a cair aos pedaços. No muro de protecção da linha do comboio, em 2019, a artista Vanessa Teodora fez uma vistosa intervenção plástica, em curso de vandalização. Foto: 21/02/2020

O espaço previsto para um pequeno jardim foi empedrado servindo hoje de parque de estacionamento de motociclos. Foto: 21/02/2020

A Protecção do património pela CML

A intervenção da Câmara Municipal de Lisboa no local é reveladora da forma como actua em toda a cidade:

 - Promoveu a descaracterização da envolvente do monumento ! Aquilo que era um espaço com uma identidade própria evocativa de um percurso bem conhecido na história da cidade foi sendo transformado num local incaracterístico.

O espaço envolvente foi transformado num depósito de automóveis para cargas e descargas. 

Quem por ali passava deparava-se com lixo e matagal onde devia de existir um espaço verde bem cuidado.

O largo foi transformado num campo de jogos 

Mesmo por detrás do muro do Chafariz de Entrecampos, o visitante deparava-se com um espectáculo tipicamente  lisboeta: uma lixeira, onde não faltam também automóveis e "jeeps" do último modelo...

As fotografias diziam tudo sobre a forma como autarquia trata o património da cidade.

 

   
 
 

Entrada

História local
Cultura
Quiosque